terça-feira, 1 de junho de 2010

A Pipoca Responde aos Seus Leitores



"Não te incomoda estar rodeada de tantos idiotas, gente básica, e sem capacidade de produzir argumentos interessantes?"

Nada. Rien. Niente. Nadinha mesmo! E porquê? Porque quando aqui escrevem por exemplo GET A LIFE! não me estão a aconselhar nada que eu realmente não tenha... E acredite que na minha real life não estou rodeada nem de idiotas, nem de gente básica, nem de pessoas sem capacidade de produzir argumentos interessantes... o tipo de pessoas que me seduzem na real life são aquelas que eu descrevo no post "Sobre as PESSOAS" está lá tudo explicadinho, preto no branco.

Era à minha real life que se referia correcto? É que do meu ponto de vista só uma pessoa muito básica e idiota é que acha que eu posso dar importância a um blog onde pessoas que não me dizem NADA fazem os mais parvos comentários a meu respeito ou a respeito de outros... Ora pense lá comigo... acha que me preocupa quando alguém que nunca me viu mais gorda/o, magra/o me chama de invejosa, idiota ou outra coisa qualquer??? Claro que não... E como eu sou uma rapariga coerente também não me preocupo NADA sobre o que se diz sobre outras pessoas... Simples não é?

Não sei se reparou que eu dei a entender que até posso ser um homem, e no fundo é isso mesmo, vocês nem sabem o sexo de quem escreve, como tal como é que me pode preocupar a coisas que vocês dizem... não pode não é...

O problema é que assim como não me preocupa a mim, não vos devia preocupar a vocês, mas lá está, isso distingue os idiotas e os básicos dos restantes, e acho que nem preciso de lhe explicar quem aqui está a ser o básico e idiota pois não?

8 comentários:

Marta disse...

Posso só colocar uma questão?

O que leva uma pessoa a criar/alimentar um blogue que pretende simplesmente ridicularizar um outro blogue?

Anónimo disse...

para que quem escreve o outro blog caia na real e deixe pura e simplesmente de dizer mal de tudo o que mexe?

Este blog é uma crítica ao outro. Com toda a legitimidade. Se a outra pode enxovalhar tudo o que mexe, a seu bel prazer, porque não pode este fazer o mesmo? Ou as regras mudam?

A Pipoca Mais Azeda disse...

Marta

Claro que pode colocar as questões que quiser, mas antes convém ler o blog todo para não fazer perguntas cujas respostas já foram dadas.

A resposta a essa questão está aqui:
http://apipocamaisazeda.blogspot.com/2010/05/esclarecimentos-1.html

A L disse...

Eu diria que és uma pessoa doente. Que sobrevive a dizer mal, a denegrir a imagem das pessoas, a definhar da vida delas. És uma invejosa de mal com a vida.

A Pipoca Mais Azeda disse...

AL

Ao contrário de muito boa gente não é denegrir a imagem das pessoas que sobrevivo, sobrevivo porque estou de boa saudinha, mas, se tivesse a oportunidade de denegrir a imagem de alguem, assim de repente era menina para denegrir a imagem do Eng. José Sócrates, no entanto admito que o próprio está a fazê-lo melhor do que eu alguma vez seria capaz...

Marta disse...

Peço então desculpa, por não me ter dado ao trabalho de ler mais do que dois ou três posts (e como tal não ter visto tal resposta).

Já que cada qual tem a sua opinião, vou deixar a minha. Já vi que isto já foi referido por ai abaixo, mas de facto iste blogue parece ridiculo. É que por mais "explicações" dadas, só se pensa em inveja por parte da autora ou simplesmente muito tempo livre sem nada de interessante para fazer.
Mas pronto, a minha opinião vale o que vale. E se é feliz assim...continuação de um "bom" (?) trabalho.

A Pipoca Mais Azeda disse...

Marta,

Já dizia o Herman Jose que as as opiniões são como as vaginas, quem quiser dá-las, dá!

FUSCHIA disse...

Bem, aqui há qq coisa que me transcende...mas SE NAO GOSTAM de ler, não gostam do se diz aqui, não gostam de nada.??' e de viver gostam ???..o que estão aqui a fazer ??? que tal um bronze?? está solinho lá fora. Eu encafuada aqui dentro porque há q contribuir para os subsídios de desemprego dos outros não é? Ou então vão ao shopping ver montras ou increvam-se no pic nic Tony Carreira..mas deixem a miuda escrever e desapareçam, IRRAAAAAAAA: RITA