terça-feira, 26 de abril de 2011

À Me não lhe parece mal, e a mim também não...

Pois é, pasmem-se... parece que estou de acordo com a ME no que diz respeito à hipótese que equaciona que os subsídios de férias e Natal dos funcionários publícos sejam pagos em títulos do Tesouro...

Eu só vejo vantagens...Por exemplo já dá para passar uns dias de férias no Algarve sem tropeçar nessa gentinha que trabalha para o Estado e que em pleno mês de Agosto ruma até ao sul, pejada de filhos até ao pescoço... como os certificados do Tesouro não servem como forma de pagamento nos hóteis e resorts... vai ser um descanso... Além disso...meus amigos, aproveitem e apanhem solinho em Carcavelos que já não é nada mau, e até poupam em portagens e gasóleo.

E... eu vou ainda mais além... e que tal pagar-lhes o subsídio de almoço em pacotes de arroz e salsichas... não me parece nada mal...

Já agora, abordando outro tema...e se a juntar a todas estas medidas o Estado caísse forte e feio nessa maldita corja que se chama - economia paralela? Hum? É que muitos desses que para ela contribuem não são privados nem são públicos mas também contríbuem para o roubo de que o Estado é vítima numa proporção de 23% do PIB...

E não meus amigos... não falo apenas dos ciganos que vendem nas feiras... que esses todos sabem onde estão... estou falar por exemplo... deste tipo de economia paralela, que toda a gente ignora mas que anda aí... e que prejudica tanto como aqueles que referi...

Ah espera... estes têm um casa, um trabalho... sabem distinguir 1st de 2nd... sabem dizer mais umas palavrinhas em inglês... vestem bem... parecendo que não... as aparências fazem toda a diferença...

Sabem o que vos digo... merecemos tanto o país onde e em que vivemos... tanto...

11 comentários:

Anónimo disse...

Não gosto do teu blog, epá não gosto pronto! Até podes ser muito boa pessoas mas associamos sempre o que se escreve a quem escreve e acho que muitas das coisas que escrever não tem necessidade de ser escritas, mas, e há sempre um mas, este post dá que pensar e até pode ser por isso que irritas muita gente, na realidade o que escreves tem sempre um fundo de verdade que gostamos de guardar bem lá no fundo da gaveta.

Farruskinha disse...

LOL... Desculpa oh desconhecido, quem não gosta, não estraga nem vai ler... E realmente acho de uma profunda deselegância estar a escrever uma coisa, ainda por cima a dizer mal e não se identificar. Acho que cada um escreve no seu blog o que quiser e acho que não vemos as pessoas pela sua escrita. Até acho que este blog tem um grande sentido de humor :)

Farruskinha disse...

Upss... falhou... LOL :P

Marisa disse...

Deixando a parte do sentido de humor, devo bater palmas ao autor do blog, principalmente ao referir a parte de economia paralela.
Então quem vive cheia de riqueza, quem tem tão boa educação oriunda dos pais, não sabe que a maezinha deveria estar escrita nas finanças e prestar contas ao estado daquilo que recebe com as vendas das bijuterias. E já repararam que é material caro?
Tambem não percebo como é que quem vive tão BEM, a mae tenha necessidade de vender uns extras. Há já sei, ela nao precisa do dinheiro só o faz por lazer.

Framboesa (uma diva de galochas) disse...

"gentinha que trabalha para o Estado e que em pleno mês de Agosto ruma até ao sul, pejada de filhos até ao pescoço"

O Estado fecha em Agosto? A sério?

eheheh
bj
(acho piada ao blog ;)

Anónimo disse...

Acabou de me dar uma excelente ideia. O meu subsidio de Férias normalmente é para pagar o seguro do carro e contas que tenho em atraso. Como concorda com a medida de tirarem o subsidio de férias envio-lhe as minhas contas para si! Assim em vez de a senhora passar 15 dias de férias no algarve em pleno agosto que é uma confusãaaaooooo enorme passa menos tempo e assim já não se aborrece.
Obrigada pela ideia e pela ajuda!

A Pipoca Mais Azeda disse...

Anónimo das 14h00 quer ver que vou ter que começar a deixar links no post...

Também concordo consigo, a questão é que não é neste blog que a sua opinião devia ser deixada...

Anónimo disse...

e a citação agora a outra tontinha, a dos 250 pares de sapatos e alguns pra cima de 100 euros. Não haveriam elas de ter sentido do humor. Quando lhes tocar vamos vê-las a rir

Sara Maurício disse...

Já exprimi a minha opinião acerca deste post infeliz no blog em questão, sendo que não nutro especial simpatia pela respectiva autora, por achar que tenta aparentar um estado de felicidade artificial e que critica levianamente realidades que não conhece.
Mas a acusação que fazem à Mãe dela é grave; como sabem que a senhora não declara os rendimentos que obtém a partir da venda das bijuterias?SM

Anónimo disse...

vai mas é lavar-te por baixo... já que és riquinha e não tens nada para fazer.

Ana Gomes disse...

LOL este post está lindo. Concordo com tudo!! Continua pipoca! :) já agora, esta filó é mãe de quem? da Me?