quinta-feira, 27 de maio de 2010

Sobre as PESSOAS

Ninguém tem muita paciência para confraternizar com aquelas pessoas que estão sempre de mal com a vida, que têm todos os problemas e mais algum, nada lhes corre bem ao ponto de nós chegarmos a pensar que não há ninguém à face da terra tão miseravelmente infeliz. Normalmente colocamos estas pessoas de parte. Não temos paciência para tanto problema concentrado numa pessoa só.

Por outro lado todos adoramos estar perto de uma pessoa que seja imensamente feliz. Tudo lhe corre lindamente na vida. Não há nada a apontar. Estas pessoas passam a vida a falar do quanto são felizes, do quanto as fazem felizes e da capacidade que têm de deixar os outros felizes. Normalmente estas pessoas são adoradas, veneradas e invejadas por meio mundo. Temos orgulho em dizer que gostamos dessas pessoas, que elas fazem parte do nosso trabalho, da nossa vida social, da nossa família...

Eu, não tenho paciência para estes dois tipos de pessoas. Nem para as miseravelmente infelizes nem para as imensamente felizes. Não tenho paciência para a necessidade constante que estas pessoas têm de dizer o quanto são infelizes/felizes. Não tenho... Ainda que de formas distintas considero que ambas são chatas e escondem algo atrás daquela infelicidade/felicidade toda.

Eu gosto de pessoas bonitas e das feias também gosto, gosto que saibam rir, rir de si mesmas, rir dos outros, gosto das pessoas que choram, gosto de pessoas que erram e que acertam, gosto de pessoas que concordem comigo e gosto igualmente das que discordam, gosto de pessoas que fundamentem, gosto de pessoas que desafiem e gostem de ser desafiadas, gosto de pessoas simples e de algumas complicadas, gosto de pessoas que bebem Dom Perignon e das que bebem carrascão, gosto de pessoas simples e gosto de pessoas sofisticadas também, gosto de pessoas com um MBA tirado na IE Business School e também gosto de pessoas com a antiga quarta classe.

Gosto destas pessoas todas, desde que sem excepção sejam uma estrela a brilhar no meio de uma multidão sem a necessidade de chamar a atenção de todos para a sua presença, e apesar de este ser um factor verdadeiramente diferenciador e uma coisa tão simples de se conseguir, infelizmente é cada vez mais raro encontrar alguém assim. Gosto de pessoas transparentes que não tente me turvar a vista.

34 comentários:

Luana disse...

Eu acho que sei a quem te referes. Ainda não deves saber tu das missa a metade. Ela está inscrita no forúm Nosso Casamento onde eu também estou. Usou o forum para pedir ajuda para a irmã, dezenas e dezenas de mensagens de apoio principalmente depois da irmã ter morrido, e até hoje nunca houve uma palavra de agradecimento... Eu tive muita pena da irmã, gostava de ler o blog dela, mas ao juntar isto que disse mais os ultimos acontecimentos... que ser humano tão frio e calculista.

Maria disse...

Olá Pipoca e Luana. Luana se tu estás nesse forum d'O Nosso Casamento deves ter visto outras coisas dessa pessoas tão pouco humilde e tão vazia de sentimentos:
- uma vez num tópico que se perguntava quanto é que as pessoas gastavam por mês em comida, ela escreveu que não dizia mas que era muiiiito mais. No entanto fez questão de dizer que num fim de semana por exemplo gastou 100euros no supermercado 40€ dos quais em 3 garrafas de vinho. Também fez questão de dizer que enquanto toda a gente gastava 1€ em hamburguers e ela gastava 15€ porque mandava picar bifes de novilho. Descreveu que produtos de higiéne só da farmácia, porco só preto, e só usa flor de sal.
- Esta ainda pior: uma menina perguntou se alguem sabia se podia adiar uma entrevista marcada pelo centro de emprego porque já tinha férias marcadas e essa entrevista era na data das férias. A Me veio logo dizer que era inacreditavel, que os 800€ que ela descontava todos os meses era para sustentar esta gente que quer é ficar em casa com o cu sentado a ver tv e que os outros lhes paguem o subsidio, e isto são palavras dela. Só não leu foi o pormenor que essa menina era a primeira vez que estava desempregada em 15 anos e que nos ultimos 5 não teve férias, que não estava a recusar nada só queria saber se podia adiar.

Eu só tenho pena que quem vai ao blog dela não saiba destas coisas e ache uma mulher exemplar.... eu acho que enquanto ser humano ela é uma vergonha... mas enfim.

Anónimo disse...

quem é quem é...?

Anónimo disse...

Quem é?
Não fui eu que escrevi estes comentários mas como sei que é verdade tudo o que está escrito, onde ela escreveu essas coisas foi nuns foruns de O NOSSO CASAMENTO e foi a mesma pessoa que assina este blog http://eutueosmeussapatos.blogspot.com/

Raquel disse...

É mesmo tudo verdade, também li.

Anónimo disse...

E o mais triste é que a menina continua a achar-se a maior e que toda a gente anda a beijar-lhe os pézinhos.....Há gente que não se toca mesmo, ela devia era ir fazer um grande tratamento psicologico para ver se aqueles neurónios deixavam de ser de marca e passavam a ser humanos! Até gostava que ela visse o que se escreve sobre ela fora do seu mundinho, podia ser que descesse daquele pedestal de hipocrisia!

Anónimo disse...

Ela é uma pessoa que não sabe agradecer, é uma pessoa sem essência. Usa as pessoas que lhe dão carinho, porque no fundo por de trás destes comentários estão pessoas, mas só se preocupa mesmo com a familia e com o meu marido porque estes fazem uma coisa muito mais importante, dão-lhe bens materiais que é o que ela aprecia, que é a unica coisa que ela sabe dar valor.
E sim, infelizmente tudo que foi escrito até agora é verdade.

Anónimo disse...

É a Me

http://eutueosmeussapatos.blogspot.com/

Anónimo disse...

Mas quem é essa agora? Outra "alpinista" em busca de atenção que ninguém lhe dá? Quer dizer, eu a pensar que a pipoca mais doce era a trampa da trampa, afinal existem mais? Isso é contagioso? Estou a ficar preocupada lol
O post está excelente, os meus parabéns!
Tenho um certo pavor das infelizes porque transmitem muito má onda (mau astral como dizem os brasileiros). Parece trazer a desgraça às costas. A vida é curta, bolas! Por outro lado também abomino as supostas felizes que não perdem uma ocasião para ladrar tanta felicidade pois é sabido que quem é realmente feliz não precisa fazer publicidade, elementar!

Lu

Anónimo disse...

AO LER ESTES COMENTÁRIOS ATÉ ME DEU VONTADE DE CHORAR. COMO É QUE PODE HAVER PESSOAS TAO MESQUINHAS. EU NÃO CONHEÇO A ME, MAS ACOMPANHEI A HISTORIA DA NIDOCAS E QUANDO ELA PARTIU PARA UM MUNDO MELHOR PORQUE ERA UM SER BOM DE MAIS PARA ESTAR NESTE, SENTI COMO SE FOSSE UMA PESSOA DA FAMILIA!!! A ME É UMA MULHER INCRIVEL, COM UMA FAMILIA INCRIVEL. A ME É UM SER MARAVILHOSO! ISTO DEVE SER TUDO INVENTADO POR GENTE MÁ E INVEJOSA!

Susana disse...

Essa de que a irmã da ME morreu porque é um ser superior, porque Deus se quer rodear de pessoas boas, e este mundo não é suficientemente bom para ela é a coisa mais parva, mais patética que eu já li. A Nidia infelizmente morreu porque tinha uma leucemia e infelizmente, como muitos, não conseguiu resistir.

Por essa ordem de ideias o Saddam Hussein e o Hitler também eram seres superiores. Você deve chorar mas é por ter essa mentalidade tacanha. E não esteja a desmentir coisas que estão na internet à distância de um clique.

Anónimo disse...

Inacreditavel. Eu frequentava o blogue da Me e tinha uma ideia completamente diferente daquela com que fiquei hoje depois de ter visto e confirmado com os meus próprios olhos aquilo que aqui foi dito. Meu Deus. Como é possivel. Estou em choque.

Ana

Anónimo disse...

De tudo o q disseram, a única coisa q me choca é a dos descontos. Ninguém desconta para ninguém... as pessoas descontam para si mesmas. Se a outra rapariga estava desempregada, isso significa que antes tinha emprego e, por isso, XARAN, fazia descontos. Descontos esses q lhe permitem usufruir de subsídios em casos deste género. Se assim não fosse, mais valia acabar com a SS de uma vez.
De resto, qual é o problema? se ela tem dinheiro, pq não pode gastar? Vcs gastam pouco dinheiro no supermercado? é que, se sim, digam-me como é q eu posso fazê-lo. estou seguramente a precisar de umas dicas, q sinto sempre q deixo lá o couro e o cabelo.

Anónimo disse...

E qto ao q acreditam por causa da morte... cada um acredita no q quer, certo? É uma forma de fazer o luto e ultrapassar a dor da perda. Coisa que para quem tem fé é mto mais fácil.
Eu não acredito em nada disso. Acho q as pessoas morrem porque todos temos de morrer... e só eu sei como é difícil.

Anónimo disse...

Eu li os comentários na horizontal mas acho que aqui ninguem critica ninguem por ter dinheiro. O que critica é a atitude da pessoa só por ter dinheiro. Isto é parece que aproveita qualquer coisa para dizer que tem dinheiro e o pode gastar.
Quanto à morte eu acho que as pessoas dizem essas coisas para tentar apaziguar a dor dos outros.

Quanto aos post, acho que está belissimo.

Anónimo disse...

E assim se atira uma pessoa à lama. Que vergonha. Deviam era de ter coragem de dizer estas coisas no blog dela.

A L disse...

É isso mesmo que algumas pessoas humanas e decentes já escreveram aqui. Eu tinha vergonha de aproveitar um blog onde qualquer tipo de comentário é aprovado para escrever estas coisas. Decência é o que se precisa, decência e vergonha na cara.

Anónimo disse...

Tem razão sim senhor(a), vergonha na cara é urgente e precisa-se. Vergonha de andar a bajular quem não merece e de vir entupir este blog com comentários a defender quem não tem defesa, se não gostam do que por aqui se escreve não leiam e remetam-se á vossa insignificância. Se gostam da pessoa em causa deviam entupir o blog dela com mais bajulações de quem não tem estima nenhuma e precisa de seguir o rebanho dos outros! Cada um tem direito á sua opinião e se não gostam do mesmo que vocês não é por isso que são piores pessoas! E já agora para quem disse que deviamos ir dizer isto tudo no blog dela, aviso que já existiu quem a chamou á atenção e que a menina ficou toda enxofrada e não aceita uma critica, para além de que este blog é público e está aberto a quem o quiser ler inclusive ela!

Teresa disse...

O que acho chocante é o anonimato total na caixa de comentários deste blogue. Opiniões toda a gente as tem. Sobre este blogue, sobre o outro, sobre tudo e mais alguma coisa. Assinar aquilo que se escreve é que já é outra conversa.
Em todos estes comentários há apenas duas pessoas com um perfil no Blogger. Teoricamente. Na verdade os perfis não conduzem a parte alguma. O que, lamento lamentar, me faz pensar que foram criados para comentar com impunidade.

A L disse...

Não há nada pior do que ver alguem a ser assim achincalhado sem se poder defender, por isso já fiz a minha parte.

Moranguita doce disse...

É tão triste andar a dizer mal das outras pessoas pelas costas.... Deviam dizer pela frente para a ME se defender.....

Anónimo disse...

Oh Teresa, ainda não percebeu que na blogosfera a senhora é tão ou mais anónima que todos aqueles que comentam sem assinar??? Não tendo eu blog, vou fazer o quê, colocar o meu BI??
Seja coerente, se preza tanto dar a cara coloque uma foto sua no perfil. É que chega a ser patética com essa conversa da treta dos anónimos com uma foto de um gato no seu perfil, coerência precisa-se!
Ridícula!

Lu

Anónimo disse...

Na verdade acho que a ME se caracteriza por ter um exemplo do género intocável em que nunca se borra a pintura e vai-se camuflando o que é mau com griffes e maquilhagem para parecer bem. Dê por onde der tem de se parecer bem, ela nunca descontrai, nunca respira, está sempre preocupada com o que os outros vêem e isso acho que é de uma pessoa muito infeliz. E depois sim, é manienta e acha-se superior por causa do factor monetário, tira-se as fotos com as roupinhas, os posts do ai sou tão feliz para inglês ver e não sobra nada. Zero. Presunçosa e arrogante, mais nada.
Chego a pensar que as duas irmãs eram mesmo diferentes uma da outra, tipo carne e peixe. Isto porque a minha irmã fala maravilhas da Nídia.
Enfim, já ficámos a saber que ganha cerca de 3000 por mês, iupiii :( por favor deixem-me tocar-lhe, é o meu ídolo humano..

Anónimo disse...

A ME de facto é uma desilusão enquanto mulher. Ainda se tentou desculpabilizar com o que escreveu ontem como se qualquer um de nós não tivesse visto o que ela escreveu nesse forum e em que contexto. Enfim... E depois para fazer o papel de coitadinha diz que se ofendeu a memória de irmã... que chatice pá... oh me que chatice ter que ser real e te dizer mais uma vez que A TUA IRMA É SÓ MAIS UMA e que TU É QUE OFENDES QUEM TE LÊ POR ACHARES QUE A TUA IRMÃZINHA É A MADRE TERESA DE CALCUTÁ E O RESTO É PAISAGEM PARA NÃO DIZER MERDA!

Cuida dessa cabeça miuda que ainda és nova

Anónimo disse...

Ui! A Teresa é pior do que essa Me de que falam! Mas, compreendo porque coloca a foto de um gato e não a fronha dela.

Sobre o que dizem da Me não compreendo muito bem, a final de contas, ela usa roupita das lojas mais básicas que há (modalfa???). Quanto à casa dela, está quase vazia e o que tem é de um gosto muito duvidoso. Não vejo onde há razão para ela se gabar seja do que for, mas pronto.

Ganha 3000 euros? Há quem faça isso em menos de 10 dias.

Já nem vou falar da beleza dela, que isso ela não tem culpa, coitada.

Anónimo disse...

Podem crer! já n há pachorra pata tanta pureza e compaixão. Com as pessoas que morrem por dia com cancros o céu deve estar cheio de seres superiores. Deve haver lá um cantinho especial para esses.

Anónimo disse...

O meu nome é Catarina Neves e conheci a Me no fórum "O Nosso Casamento". Acompanhei TODA a luta da irmã e TODA a LUTA de uma FAMÍLIA VERDADEIRAMENTE UNIDA e que não olha nem ao rico nem ao pobre.

É de um péssimo tom julgarem as pessoas, sem as conhecerem. PIOR... falarem das pessoas, sem darem a cara é de uma cobardia que não tem explicação.

Gostaria MUITO de entender porque raio acham que a ME passou "ao lado" da perda da irmã. Só porque continua a viver, a sorrir, a ir a um restaurante, etc?

Sabem... o luto não é feito para que os outros vejam, para que os outros tenham pena, para que os outros se aproveitem para chegar mais perto, com frases feitas tipo: "tens de seguir em frente".

O luto, minha gente... é feito no nosso interior e de uma forma que vocês nunca entenderão.

Get a life e não se preocupem se a ME vos agradece no fórum. Quem lhe transmitiu mensagens de solidariedade, não está à espera de agradecimentos. Isso, é para gente pequenina que acha que para tudo há uma troca.

Anónimo disse...

http://aeiou.caras.pt/ana-garcia-martins-a-pipoca-acaba-por-ser-uma-especie-de-alter-ego=f25471

RÓI-TE TODA POR DENTRO!

TOMA!

Anónimo disse...

Catarina Neves,

Não estou assim tão certa que ela não olhará "nem ao rico nem ao pobre". Afinal de contas, lá no blog dela, diz que não é da Cova da Moura e tem as contas pagas (algo assim do género). Se eu fosse moradora da Cova da Moura iria sentir-me ofendida. Lá podem ser pobres, mas são pessoas, merecem respeito, por aqui se vê o respeito que ela tem ao mais pobres. Muito possivelmente (99% certeza) existem mais devedores na linha de Cascais que na CM (proporcionalmente, claro).

Morre a irmã e continua a falar e a tirar fotos de mala, sapatos, e roupa? Desculpa, mas a "piquena" é egoista e egocentrista; só pensa nela. Nem se dá a perder tempo a fazer o luto. Quando alguém sofre realmente pelo outro, não tem disponilidade física, nem mental para andar a tirar foto. O luto não é igual para todos, é certo. Os egoistas/egocentristas fazem o luto como ela faz. Até é capaz de tirar proveito da situação: sobra mais para ela: mais mimos, mais sapatos, mais malas ofertadas pelos paizinhos, se é que me entendes.

Anónimo disse...

é feio questionar as formas como as pessoas encaram a morte... tanto para um lado como para o outro. Da mesma forma q não compreendo quem diz q é à maneira dela q o luto deve ser feito, tb não compreendo quem diz o inverso.
Soa-me tão mal q questione os sentimentos dela pela irmã.

Anónimo disse...

Caso ainda não tenham reparado ela agora anda obssecada por meter fotos a rir, dela e da familia. Tipico de quem continua a querer manter uma imagem ficticia de uma vida de falsidade. Dá a sensação que nem ela acredita que é feliz e ilude-se a ela própria. Tenho pena porque não lhe auguro um futuro mental risonho, e estou a falar muito a sério!

A Pipoca Mais Azeda disse...

Catarina Neves

Eliminei o seu comentário apenas porque continha o nome pessoal da pessoa a quem se refere. Se quiser poderá colocar novamente o comentário desde que não faça menção a qualquer informação pessoal da/s pessoa/s que visa.

Anónimo disse...

Pipoca:

A minha educação e também o meu caminho profissional ensinaram-me a assumir o que escrevo e o que digo.

Assim sendo, e procurando contribuir para alguma coisa, informo que (A Pipoca) nunca seria penalizada por algo que não escreveu.

É livre de apagar ou publicar os comentários no seu blog, mas abstenha-se de preciosismos. Isto é, apaga o meu comentário que refere um nome, mas contribui para que cobardemente se fale mal de quem não conhece.

Não sigo este blog e apenas fui alertada para o comentário apagado, por alguém que o segue.

Fiquem bem (sinceramente bem, porque me parece que anda mesmo muita gente AZEDA por aqui).

Catarina Neves

Sara Correia disse...

Eu Também :)